Peça o que você precisa

Não há, nem nunca haverá, outra pessoa no mundo inteiro que entenda o seu universo interior. Seus pensamentos e sentimentos são apenas seus, de mais ninguém. Outras pessoas podem fazer boas suposições, às vezes até muito precisas, mas esse é o máximo. Ninguém além de nós pode olhar para dentro da gente.

Somado a isso, com o tempo as pessoas mudam. Novas experiências e ideias modificam a forma como víamos o mundo até ontem, às vezes de modo sutil, às vezes ao ponto de nos tornarmos irreconhecíveis. Acreditar que sabemos como uma pessoa sente, pensa e age é um convite à surpresa e à desconexão.

Se ninguém pode enxergar dentro de nós e a mudança é inevitável, cabe a nós pedirmos por aquilo que desejamos ou precisamos. Fazer pedidos claros e realizáveis é uma etapa fundamental em qualquer relacionamento saudável.

Inclusive, eu tenho um pedido. Quero fazer um curso de imersão em comunicação não-violenta para aprimorar meus conhecimentos e a qualidade do meu trabalho, porém não tenho dinheiro. Comecei um financiamento coletivo, no qual várias pessoas contribuem com dinheiro para apoiarem a concretização de um projeto. Desenhei algumas recompensas para oferecer a quem me apoiar, uma delas sendo um detalhado registro narrativo da experiência que eu viver durante o curso. A campanha começou ontem e preciso de todo o apoio possível, tanto em termos de dinheiro quanto em divulgação e carinho (porque é fácil se frustrar e desistir diante de desafios grandes).

Essa é a página da campanha, para você entender melhor do que se trata e me apoiar, se quiser. Conto com a sua contribuição para que meu trabalho com comunicação não-violenta fique cada vez mais profundo. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *