Meus livros

Eu escrevo desde sempre, mas somente em 2013 comecei a publicar. Minha literatura é basicamente relacionada a temáticas LGBT e de realismo fantástico, mas de vez em quando escapo e escrevo de tudo. Ainda não tenho nenhum livro todo meu, mas nas coletâneas com múltiplos autores vou ganhando experiência e amigos! Caso queira adquirir algum livro, basta entrar em contato comigo ou acessar os sites das editoras.

Homossilábicas v.3

Homossilábicas 3

Capa do livro Homossilábicas v.3, da Editora Escândalo

O terceiro filho de 2013 veio novamente pelos cuidados da Editora Escândalo. Novamente participei de um concurso e tive um conto selecionado para a publicação. O conto O ponto do amor me levou a explorar as possibilidades (e os limites) do que pode ser considerado um conto.

Não te julgo, quem irá dizer que a vida que imaginamos é menos vida do que aquela que vivemos? Imaginar é viver, afinal. Acho mesmo que está certo em preferir a biblioteca a pessoas, os livros são muito mais confiáveis e suas histórias com a gente só acabam quando nós fechamos as páginas, não quando bem entendem.

Contos de Ocasião

capa contos 2013

Capa do livro Contos de Ocasião, da Editora Big Time

Para este concurso, optei por um conto que já havia escrito há cinco anos, chamado O terceiro passo. É um texto do qual me orgulho muito. Aqui vai um trechinho:

A cena é a de sempre: a barba por fazer, a camiseta branca molhada, o revolver apontado para a cabeça, a mão tremendo violentamente, o olhar perdido no nada, a outra mão caída ao lado do corpo, uma garrafa de algum destilado ali pelo chão ensopando tudo.

 

 

Capa do livro Loveless, da Editora Escândalo

Capa do livro Loveless, da Editora Escândalo

Loveless

Escrevi o conto para participar da coletânea da Editora Escândalo dedicada à temática LGBT, porém ser foco no amor. Foi um desafio que me levou a rememorar os tempos de escola, produzindo O bufo. O protagonista, Marcelo, tem muito de mim não só nas experiências, mas também no jeito que elas o afetam.

Na segunda-feira seguinte sentiu-se diferente ao entrar no colégio. Era outra pessoa, era agora um homem. Ou um viado, enfim. Fosse o que fosse, era por haver vivido, não por assim ser tornado pelas palavras dos colegas. Não era mais virgem, palavra que tanto lhe incomodava.

Clique aqui para comprá-lo!

13 comentários em “Meus livros

  1. Pingback: Minha lista de objetivos para 2014 - Tales Gubes

  2. Pingback: Como voltei a escrever - Tales Gubes

  3. Pingback: Lançamento do Homossilábicas v. 3 - Tales Gubes

  4. Pingback: Noites de autógrafo - Tales Gubes

  5. Pingback: O networking do escritor tímido - Tales Gubes

  6. Pingback: Orgias literárias da tribo, organizado por Fabrício Viana - Tales Gubes

  7. Pingback: A arte de pedir, a cauda longa e o fim do (meu) individualismo - Tales Gubes

  8. Pingback: Promoção: você quer ganhar um livro? - Tales Gubes

  9. Pingback: Ficção: O sexo é certo - Tales Gubes

  10. Pingback: Técnica mal utilizada prejudica o processo - Tales Gubes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *