Para escrever e empreender é preciso ter clareza

Neste domingo aconteceu a primeira edição do Ninho de Escritores: Expresso São Paulo, uma versão compacta do curso regular do Ninho de Escritores. Entre os muitos temas que foram abordados, tratamos da pirâmide da revisão, um esquema que criei para mostrar como penso o processo de revisão para quem deseja escrever ficção (já escrevi sobre […]

Continue lendo

Como fazer a revisão de um texto (2)

Escrever bem exige paciência. É como um relacionamento: o tempo e as experiências aprofundam a qualidade das trocas possíveis. Ter pressa para concluir uma história é uma péssima ideia, assim como jogá-la no mundo logo depois de alcançar o ponto final.

Continue lendo

Escrita criativa (9): a ação é a base de qualquer história

Uma história nasce da soma entre conflitos e mudanças. Um personagem quer alguma coisa, não consegue de imediato por algum imprevisto ou obstáculo, e então a situação inicial (de um ou mais personagens) é modificada. Ou seja: coisas precisam acontecer em uma história. Entretanto, não basta qualquer coisa acontecer: precisamos diferenciá-las entre duas categorias.

Continue lendo

Baixe o ebook “57 dicas para escritores”, do Ninho de Escritores

Escritores iniciantes muitas vezes encontram dificuldades até mesmo para começar. O que escrever, o que não fazer, por onde seguir? É para ajudar essas pessoas que eu criei o Ninho de Escritores, um projeto de experimentação literária e acolhimento de escritores.

Continue lendo

Como fazer a revisão de um texto (1)

Um texto bem escrito costuma ser resultado de uma boa revisão. Arrisco dizer que a habilidade mais importante para um escritor não é a de elaborar metáforas complexas e criativas, tampouco a de conduzir a escrita com uma voz autêntica, mas sim a de fazer a revisão e edição do próprio material.

Continue lendo

Por dentro do processo criativo de um escritor

Na maioria das artes, o aprendiz segue os passos de um ou mais mestres no percurso de aprender as técnicas para o ofício. A escrita, porém, segue uma lógica diferente: passamos anos “aprendendo” a escrever na escola e, depois, muitas vezes chegamos à prática da escrita acreditando que não há o que ser ensinado, ou […]

Continue lendo