As duas respostas possíveis às exigências

Quando alguém nos fala algo que interpretamos como ordem ou exigência, existem duas formas com as quais tradicionalmente costumamos responder: se submeter ou se rebelar.

Uma exigência é uma espécie de pedido, porém com uma pegadinha: se não concordarmos com ela, haverá algum tipo de retaliação ou punição como resultado. O que diferencia um pedido de uma exigência não é tão somente a forma como falamos, mas principalmente o modo como reagimos quando recebemos um não como resposta.

Se submeter significa abrir mão dos próprios interesses e vontades para fazer valer a de quem está nos exigindo algo. Quando nos submetemos, colocamos a vontade alheia acima da nossa própria. Embora possamos cuidar de outras pessoas de modo muito intencional, se submeter significa deixar de lado o que nos é importante para atender ao que outro alguém está exigindo.

Se rebelar é o oposto: significa ignorar, confrontar e talvez até atrapalhar as vontades alheias para garantir que as nossas sejam cumpridas.

Quando nos submetemos ou nos rebelamos, estamos rompendo a conexão que existe com a pessoa que nos falou algo que ouvimos como exigência. Uma alternativa a isso seria (1) checar se a pessoa está de fato fazendo uma exigência e (2) conversar sobre ações que cuidem tanto do que a pessoa está querendo quanto do que nós queremos. Às vezes dará certo e a qualidade da nossa conexão melhorará, o que é mais do que se pode dizer sobre se submeter ou se rebelar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *